Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2007

Livro da Semana

Imagem
Em Kafka à beira-mar Haruki Murakami convida-nos a viver uma experiência única, numa mistura de realismo mágico com as vivências de um jovem japonês que facilmente se pode confundir com a nossa própria realidade.
A viagem iniciática empreendida pela personagem principal é-nos descrita de forma genial e com uma mestria ímpar que transformam Murakami num dos escritores de maior destaque do panorama internacional.
A não perder, disponível na sua biblioteca em 82 LE-3 MRK

Semana da Palavra na EB 2/3

Imagem
A Biblioteca Municipal tem colaborado de forma activa na iniciativa Semana da Palavra da EB 2/3 D. João de Lencastre. Sendo que "ler é descobrir o mistério das palavras", como o definiu a Ana Raquel Pereira do 5º E, a animação de histórias para os vários anos tem sido privilegiada, como o demonstrou António Fontinha com uma mestria invejável através da exploração de contos da tradição oral. Os elementos da biblioteca também têm tentado promover a leitura e o mistério da palavras de modo a que no futuro "o conhecimento seja mesmo poder". Dando os parabéns à iniciativa, esperamos poder continuar a colaborar e a ajudar os nossos colegas em futuras iniciativas.

Ilustre Desconhecido: Maria Filomena Mónica

Imagem
Quando em 2005 Maria Filomena Mónica publicou o seu Bilhete de Identidade, grande parte do mundo literário português entrou em choque.


Se por um lado ela revelou uma tremenda maturidade literária, o livro não deixa de ser uma autobiografia, excluindo-se, portanto, dos tradicionais cânones da literatura.


Contudo, não poderemos esquecer que também Truman Capote inventou um novo estilo literário e que hoje em dia as autobiografias ou os diários já não são tão inocentes quanto o eram no início do século XX. I.e., quando muitas delas são escritas já se encontra perpsectivada a sua futura publicação.


Ou como foi definido pelo blogue Grande Loja do Queijo Limiano: "Se fosse uma obra de ficção o 'Bilhete de Identidade' de Maria Filomena Mónica estaria às portas de ser uma autêntica obra-prima. Se. Não é."
Com formação no domínio das ciências humanas, como o prova a sua extensa obra, Maria Filomena Mónica tem-se vindo a destacar recentemente no campo da literatura autobiográfica.

Gonçalo M. Tavares vence Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco

Um júri constituído por Ana Gabriela Macedo, Julieta Monginho e José Nobre da Silveira, reunidos na Sede da APE, decidiu, por unanimidade, atribuir o prémio ao livro Água, Cão, Cavalo, Cabeça. O prémio instituído pela Associação Portuguesa de Escritores com o patrocínio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão é relativo ao ano de 2006, e o seu valor é de 5.000 Euros.

Novidades Livros

Imagem
BORGES, Luís Filipe O playboy que chora nas canções de amor 82 LP-3 BRG

REININHO, Rui Líricas come on & Anas : 1982-2006 78 RNN

CASTELLI, Patrizia A estética do renascimento 7 CST

SNYDER, Jon R. A estética do barroco 7 SNY

LETRIA, José Jorge, O livro que falava com o vento e outros contos 82 LP-34 LTR (Juv.)

DAHL, Roald Danny , o campeão do Mundo 82 LE-34 DHL (Juv.)

MORAES, Vinicuis de O poeta aprendiz 82 LPBR-1 MRS (Inf.)

LETRIA, José Jorge O canteiro dos livros 82 LP-34 LTR (Inf.)

MARTI, Meritxell Chamo-me Saint-Exupéry 929 EXU MRT (Inf.)

PARAFITA, Alexandre Histórias a rimar para ler e brincar 82 LP-1 PRF (Inf.)

GOMES, Luísa Costa Trava-línguas 82 LP-91 GMS (Inf.)

GIL, Carmen Chamo-me... Teresa de Calcutá 929 CAL GIL (Inf.)

MARTIN, Carmen Chamo-me ... Vincent Van Gogh 929 GOG MRT (Inf.)

SOARES, Manuela Goucha
A avestruz com rodas
82 LP-34 SRS (Inf.)

Bom Fim de Semana

Imagem
Gauguin Os Funcionários da Biblioteca Municipal desejam a todos os utilizadores um bom fim de semana!

E. S. Tagino apresenta o seu mais recente livro

Imagem
Amanhã, o escritor grandolense E. S: Tagino (ou António José da Costa Neves), apresenta o seu mais recente livro, vencedor do prémio literário de Almada 2006, agora publicado pela Saída de Emergência. A não perder, amanhã, dia 26 pelas 11h na Biblioteca.

Poema da Semana

Elefantes na água optimistas à solta
optimistas à solta elefantes na árvore
elefantes na árvore optimistas na esquadra
optimistas na esquadra elefantes no ar
elefantes no ar optimistas em casa
optimistas em casa elefantes na esposa
elefantes na esposa optimistas no fumo
optimistas no fumo elefantes na ode
elefantes na ode optimistas na raiva
optimistas na raiva elefantes no parque
elefantes no parque optimistas na filha
optimistas na filha elefantes zangados
elefantes zangados optimistas na água
optimistas na água elefantes na árvore


Mário de Cesariny

25 de Abril na Silha do Pascoal

Imagem
Estava em casa e nem soube de nada. Só no dia a seguir quando fui àquela senhora que tinha as ovelhas e vendia almesse é que havia lá uma mulher que tinha vindo ajudar a filha que se estava mudar de casa. E tendo ela vindo no autocarro, ouviu no rádio que havia grande reboliço por Lisboa. O condutor disse logo que mesmo que o mandassem em serviço, que para Lisboa não ia.
Assim que cheguei a casa fui logo ligar a rádio a ver o que se estava a passar.
Tinha havido um golpe de estado.
Aquilo houve ali grandes apertos.
O que nunca me esqueço foi de ter visto na televisão, lá pelas 18h que o Movimento das Forças Armadas tinha assumido o comando da televisão.
Nunca mais me esqueci.

Livro da Semana

Imagem
Avenida Paulista reúne uma série de crónicas inéditas de João Pereira Coutinho inéditas em Portugal, uma vez que foram publicadas no jornal brasileiro Folha de S. Paulo. Com um sentido de humor extremamente aguçado, roçando frequentemente a ironia, João Pereira Coutinho dá mostras de um domínio da língua perfeito, chegando a roçar a excelência. Depois da revolução operada por Miguel Esteves Cardoso nos anos 80, JPC tem-se vindo a afirmar como um dos melhores cronistas portugueses, sendo que o reconhecimento pelo seu trabalho já se estende além fronteiras, como o prova este livro. Estas crónicas revelam já uma nova perspectiva da realidade, assim como a influência dos cronistas brasileiros e do seu à-vontade no domínio da língua. Portugal só tem a ganhar e todos nós agradecemos.

Ilustre Desconhecido: Camilo José Cela

Imagem
Nascido em 1916, na aldeia galega dePadrón, Camilo José Cela foi evoluindo ao longo da sua vida, vindo a tornar-se num dos mais (senão o mais) destacados escritores espanhóis do século XX.

Desde as suas primeiras experiências como jornalista no final da guerra civil, na qual chegou a lutar, até à sua consagração com o prémio maior da literatura (o Prémio Nobel) em 1989.

Os seus romances espelham na perfeição uma sociedade espanhola bastante marcada pela vivência fascista sob o regime de Franco e onde se criaram elos de cumplicidade entre os cidadãos.

Esta ideia encontra-se bastante evidente na sua obra prima A Colmeia.

Mas para além desta ideia, Cela consegui ainda retratar com inigualável mestria retratar a essência do ser humano sem nunca cair nos excessos existencialistas da escola francesa.

No final, a imagem que nos fica dos eus livros é a de uma tremenda amargura que nos é bastante cara enquanto ibéricos que somos.

Livros de Camilo JOsé Cela disponíveis na sua biblioteca:

A Colmeia

Sã…

Maria Gabriel Llansol vence Prémio APE

A escritora Maria Gabriela Llansol, de 76 anos, venceu o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores (APE) 2006, pela obra Amigo e Amiga. É a segunda vez que a escritora é galardoada com este prémio, depois de o ter obtido em 1990 com Um Beijo Dado Mais Tarde. O romance Amigo e Amiga - Curso de Silêncio de 2004, foi escolhido por maioria pelo júri, presidido por José Correia Tavares. Ao prémio, de 15 mil euros, concorreram 37 editoras, tendo sido admitidas 92 obras publicadas em 2006. O júri, que apenas decidiu o vencedor do prémio numa terceira reunião, foi composto por Ana Mafalda Leite, Cristina Robalo Cordeiro, Fernando Pinto do Amaral, Luís Mourão e Silvina Rodrigues Lopes. Maria Gabriela Llansol, de ascendência espanhola, nasceu em Lisboa em 1931 e é considerada uma das mais inovadoras escritoras da ficção portuguesa contemporânea.

via Mundo Pessoa

Visita do Jardim de Infância de Grândola

Imagem
Na passada quarta-feira, dia 16, recebemos a visita dos nossos amigos da sala Azul do Jardim de Infância de Grândola, que vieram partilhar as suas experiências ecológicas através da história O Dia em que o Mar Desapareceu da autoria de José Fanha.

Mais uma vez os mais novos mostraram estar mais despertos para as questões ecológicas do que muitos adultos.

O entusiasmo revelado pelas crianças fez com que todos os elementos da bilioteca ficassem a desejar nova visita

Novidades Livros

Imagem
REDOL, Alves A flor vai ver o mar 82 LP-34 RDL (Inf.)

TORRADO, António Fábulas fabulosas : antologia do fabulário universal contado de novo 82 LP-34 TRR (Inf.)

LETRIA, José Jorge O amor de Pedro e Inês 82 LP-34 LTR (Inf.)

SMALLMAN, Steve A ovelhinha que veio para o jantar 82 LE-34 SML (Inf.)

AUSTER, Paul A história de natal de Auggie Wren 82 LE-34 STR (Inf.)

BESSON, Luc Artur e os minimeus 82 LE-34 BSS (Inf.)

PARR, Todd Não faz mal ser diferente 82 LE PRR (Inf.)

Bom Fim de Semana

Imagem
Os Funcionários da Biblioteca Municipal desejam a todos os utilizadores um bom fim de semana!

Poema da Semana

Vive um momento com saudade dele
Já ao vivê-lo . . .
Barcas vazias, sempre nos impele
Como a um solto cabelo
Um vento para longe, e não sabemos,
Ao viver, que sentimos ou queremos . . .
Demo-nos pois a consciência disto
Como de um lago
Posto em paisagens de torpor mortiço
Sob um céu ermo e vago,
E que nossa consciência de nós seja
Uma cousa que nada já deseja . . .
Assim idênticos à hora toda
Em seu pleno sabor,
Nossa vida será nossa anteboda:
Não nós, mas uma cor,
Um perfume, um meneio de arvoredo,
E a morte não virá nem tarde ou cedo . . .

Porque o que importa é que já nada importe . . .
Nada nos vale
Que se debruce sobre nós a Sorte,
Ou, tênue e longe, cale
Seus gestos . . .
Tudo é o mesmo . . .
Eis o momento . . .
Sejamo-lo . . .
Pra quê o pensamento? . . .

Fernando Pessoa

Livro da Semana

Imagem
No seu mais recente livro, Cemitério de Pianos, José Luís Peixoto apresenta-nos o relato fantasiado de Francisco Lázaro (maratonista português que faleceu durante os jogos olímpicos de Estocolmo em 1912).
Abordando os vários patamares(sobretudo espirituais) da dimensão humana e dos dramas que afligem as várias gerações da família Lázaro, é-nos apresentado um retrato psicologicamente denso sob um manto de tons escuros e bastante introspectivos .
O mundo literário de José Luís Peixoto tem-se vindo a afirmar como um dos mais importantes a nível nacional e de bastante valor a nível internacional como o prova a tradução deste seu último romance para diversas línguas, chegando pela primeira vez ao mercado nipónico. Disponível na sua biblioteca em 82 LP-3 PXT

Apresentação de Livro amanhã na Biblioteca

Imagem

Ilustre Desconhecido: João Pereira Coutinho

Imagem
Nascido no Porto em 1976, João Pereira Coutinho tem-se vindo a afirmar como um dos cronistas de culto da nova geração.

Nunca renegando a verdadeira revolução operada por Miguel Esteves Cardoso nos anos 80, João Pereira Coutinho já ultrapassou o mestre a nível de projecção, sendo um dos principais cronistas do brasileiro Folha de São Paulo e do Expresso, depois de ter passado pelo Independente.

Licenciado em História, variante História da Arte, e com uma pós-graduação em CP/RI na Universidade Católica, consegue retratar as mais diversas facetas da vida quotidiana com um permanente sentido de humor que nos conquista da primeira à última palavra de cada uma das suas crónicas.
Com o crescimento da blogoesfera nacional, tem-se tornado num dos cronistas de culto da nova geração.
Livros disponíveis na biblioteca:

Vida Independente 82 LP-3 CTN

Avenida Paulista 82 LP-3 CTN

25 de Abril na Silha do Pascoal

Imagem
O meu 25 de Abril foi do mais engraçado que há.
Andávamos (eu e o meu marido) à do Zé dos Reis nos campos e a preparar armadilhas para pardais.
Então ouvimos passar o Grândola no rádio.
"Oça porra, que é isto?"
Eu nem sequer conhecia a música e só que ouvia era Grândola, Grândola. Mas o que é que aconteceu em Grândola?
Não querem ver que ainda vinham atrás de nós por estarmos nos pardais?
Só quando voltámos é que percebemos o que se passava.
Os homens abalaram todos para Grândola com espingardas e todas nós chorávamos.
Foi um grande susto e só que víamos era passarem carros.

Troca de Baús

Imagem
A troca dos baús do Projecto Baú dos Livros iniciou-se hoje com a troca entre o Jardim de Infância da Azinheira dos Barros e o seu congénere da Aldeia Nova de S. Lourenço.


Depois de ambos os jardins terem apresentado os seus trabalhos ( O Cavaleiro Pequenino de Rafaello Bergonse por parte do JI da Azinheira dos Barros e O Coelhinho Branco de Xosé Ballesteros por parte do JI da Aldeia Nova de S. Lourenço) foi altura das crianças poderem confraternizar umas com as outras, cumprindo assim um dos principais objectivos do projecto, que consiste na partilha de experiências e aproximação das populações do concelho. São manhãs como a de hoje que nos conseguem transmitir confiança num futuro melhor.

Bom Fim de Semana!

Imagem
Os Funcionários da Biblioteca Municipal desejam a todos os utilizadores um bom fim de semana!

Poema da Semana

Apenas água.

Água, mãe da pureza.

(O sangue que te dou é água rubra)

Água de tudo.

Mas água viva.

E antes que o silêncio,

da água nos descubra.

Água das fontes para os teus ouvidos.

Água da minha mão na tua mão.

Água para os veleiros adormecidos nos telhados de cada solidão.

Apenas água.

E por falar em água

(água de tudo, límpida e corrente),

só eu sei como a água dos teus sonhos canta no coração de toda a gente.



in O Que Diz Molero

Dinis Machado

Visita da Creche

Imagem
Hoje, sexta-feira, recebemos mais uma visita dos nossos amigos da Creche que vieram ouvir Pedro das Malasartes, que é um dos contos que fazem parte da colectânea dos Contos para Rir de Luísa Ducla Soares. Partilhar o riso com as crianças revelou-se uma experiência fantástica que não hesitaremos a voltar a partilhar numa futura oportunidade. Até à próxima!!

Livro da Semana

Imagem
O mais recente livro do "gajo da boina" é um conjunto de crónicas e descrições do quotidiano que Luís Filipe Borges ousa partilhar com todos os leitores. Aliando o humor a uma extraordinária visão humana e humanista, acaba por nos revelar um pouco da sua interpetação do mundo e da sociedade em que vivemos. O autor, conhecido do grande público pelas séries da televisão A Revolta dos Pastéis de Nata e do actual Sempre em Pé em exibição na RTP2 continua assim a sua saga criativa depois de Sou Português... e agora? e Desejo Casar.

Ilustre Desconhecido: Haruki Murakami

Imagem
Nascido em Quioto no ano de 1949, Haruki Murakami é não só um dos mais destacados escritores japoneses da actualidade, muito graças à sua ocidentalidade.
De facto, depois de ter vivido na Europa, Murakami reside actualmente nos Estados Unidos, depois de ter sido dono de um bar de jazz em Tóquio. Esta postura faz com que seja frequentemente excluído do todo que representa a literatura japonesa, sendo tido como um dos mais influente e prolíficos autores do mundo ocidental. Contudo, as suas ligações ao Japão continuam bastante fortes, como o prova Underground que se centra nos atentados no metro de Tóquio. Apesar de ser acusado de ter uma escrita demasiado simplista, o conteúdo temático dos seus livros é invariavelmente complexo, analisando as variantes psicológicas dos desígnios humanos. O humor também é uma das constantes nos seus livros servindo frequentemente de leit-motif que alivia as tensões que se vão criando. Livros de Haruki Murakami disponíveis na Biblioteca Kafka à Beira-Mar Crónic…

Revolução Digital

O Google nunca divulga os seus números, mas acredita-se que o programa Book Search conta já com mais de um milhão de livros; e o número cresce. Tornar os recursos da melhor literatura disponíveis a qualquer pessoa em frente a um computador: quem pode achar que isso é mau? Mas o aspecto controverso do projecto do Google não está nos títulos não protegidos por direitos autorais, e sim nos ainda protegidos; e estes, surpreendentemente, são a vasta maioria dos livros - 80% de tudo que já foi publicado ainda está protegido por direitos de autor. Para estes livros, se a editora fizer parte do programa de parceria do Google, até 20% deles encontra-se disponível online. O resto está apagado, mas a página contém links através dos quais é possível comprar o livro ou descobrir que biblioteca possui uma cópia. As editoras que não são parte do programa têm os seus livros disponíveis para busca, mas não se pode ler nada além de uma minúscula porção de texto.

Bom fim de semana!!

Imagem
Quino Os funcionários da Biblioteca Municipal desejam a todos um bom fim de semana!!!

Poema da Semana

Triste de quem vive em casa,
Contente com o seu lar,
Sem que um sonho, no erguer de asa
Faça até mais rubra a brasa
Da lareira a abandonar!

Triste de quem é feliz!
Vive porque a vida dura.
Nada na alma lhe diz
Mais que a lição da raiz
Ter por vida a sepultura.

Eras sobre eras se somem
No tempo que em eras vem.
Ser descontente é ser homem.
Que as forças cegas se domem
Pela visão que a alma tem!

E assim, passados os quatro
Tempos do ser que sonhou,
A terra será teatro
Do dia claro, que no atro
Da erma noite começou.

Grécia, Roma, Cristandade,
Europa-- os quatro se vão
Para onde vai toda idade.
Quem vem viver a verdade
Que morreu D. Sebastião?

Fernando Pessoa

Livro da Semana

Imagem
Em Extensão do domínio da luta, o autor francês Michel Houellebecq apresenta-nos um retrato extremamente crítico da sociedade francesa, sempre recorrendo ao humor como forma de expiação dos males, cumprindo assim a máxima medieval de ridendo castigat mores (rindo se emendam os costumes). O mundo laboral e a identidade do indivíduo num mundo cada vez mais exigente a nível das conquistas pessoais são algumas das preocupações que Houellebecq nos transmite.
O sucesso que o livro alcançou em França (publicado em 1994, sendo que só chegou agora a Portugal através da Quasi) levou a que fosse adaptado para cinema. A sua escrita eclética e apelativa são igualmente elementos importantes na construção deuma narrativa que facilmente se aplica a todos nós.




trailer do filme

Visita do Jardim de Infância e EB1 da Azinheira dos Barros

Imagem
Hoje recebemos a visita dos nossos amigos do Jardim de Infância e Escola Básica da Azinheira dos Barros que vieram ouvir O Dia em que o Mar Desapareceu de José Vaz, já fazendo antecipar aépoca balnear que aí se aproxima. As crianças mostraram ser bem mais conscientes do que muitos adultos em relação à postura ecológica que devem assumir na praia, manifestando igualmente um gosto pelo contacto com o livro e com os mistérios e mundos novos que as palavras encerram. Até uma próxima!

Ilustre Desconhecido: Michel Houellebecq

Imagem
Nascido na ilha francesa de Reunião em 1958, Michel Houellebecq afirma-se hoje como o nome mais sonante da literatura francesa deste iníco de século XXI.

Rompendo claramente com os padrões tradicionais da literatura francesa do século XX (onde se costuma dar primazia à forma narrativa em detrimento da exposição de ideias que partam de conceitos pré-adquiridos pelo leitor), Houellebecq apresenta-nos uma França falida, cada vez mais distante dos ideários europeus e encerrada sobre si mesma.

E faz isto através de uma escrita bastante apelativa que já o levou aganhar alguns dos mais importantes prémios literário internacionais como o Prémio Schoppanhauer (Espanha) ou o Prémio Impac (Irlanda). Livros de Houllebecq disponíveis na sua biblioteca: Extensão do domínio daluta82 LE-3 HLL